NOTÍCIA

Rodatetos Decorativos ou Sancas de Teto Elas substituem facilmente o gesso, são mais fáceis de instalar e garantem beleza para os ambientes. A sanca, também chamada de rodapé de teto ou moldura, é um elemento que valoriza a decoração. Sua presença suaviza a quina de encontro da parede com o teto, permitindo um melhor acabamento, inclusive de pintura (teto/sanca de uma cor e a parede de outra).

As sancas de gesso são as mais comuns, mas se você procura uma solução mais fácil e que produza menos sujeira, as de poliestireno (chamadas de “isopor”) e as de poliuretano são ótimas ideias para a substituição.

Vantagens

* Não mancham e não sofrem ataques de fungos e bactérias;
* Sua instalação é fácil e rápida, muitas vezes sem sujar a pintura existente;
* É fácil realizar emendas quando há quebra ou dano (o gesso, com o tempo, costuma apresentar fissuras pela trepidação/movimentação da estrutura do edifício/casa);
* Não são tóxicas, não produzem CFC e podem ser recicladas 100%;
* Podem ser coladas sobre azulejo, espelho, parede alvenaria, lage, metal, etc. Não indicada para uso em forro de PVC.

Acabamentos

Poliestireno expandido (EPS): podem ser pintadas com tinta PVA ou a base de d’água já no dia seguinte à sua instalação. Uma lixa fina pode ser utilizada para retocar alguns pontos e uniformizá-la;

Informações Adicionais

* Algumas dicas são importantes para quem quer instalar as sancas por conta própria, ou ainda quer dicas decorativas para seu ambiente:
* Onde houver papel de parede poderá ser fixado apenas no teto. Para isso, o ideal é contar com a ajuda de um profissional;
* Para a colagem utilize cola específica para sancas de poliestireno e poliuretano;
* Após a instalação com cola, você poderá utilizar massa corrida e lixa fina para preencher pequenas falhas – o ideal é deixar a pintura das paredes para o final;

Dica decorativa

Normalmente o teto e a sanca são pintados da mesma cor. O branco amplia a sensação do espaço, gerando a sensação de um pé-direito maior. Quando as paredes recebem a pintura de um "branco suave" (com uma tonalidade pastel, clarinha), em contraste com o branco do teto/sancas, o ambiente torna-se charmoso e confortável.

Fonte: http://www.cliquearquitetura.com.br/artigo/sancas-de-poliuretano-e-poliestireno.html